Versículos de Salmo 106 do livro de Salmos da Bíblia.

1Aleluia!
Deem graças ao Senhor porque ele é bom;
o seu amor dura para sempre.

2Quem poderá descrever
os feitos poderosos do Senhor,
ou declarar todo o louvor que lhe é devido?

3Como são felizes
os que perseveram na retidão,
que sempre praticam a justiça!

4Lembra-te de mim, Senhor,
quando tratares com bondade o teu povo;
vem em meu auxílio quando o salvares,

5para que eu possa testemunhar
o bem-estar dos teus escolhidos,
alegrar-me com a alegria do teu povo
e louvar-te com a tua herança.

6Pecamos como os nossos antepassados;
fizemos o mal e fomos rebeldes.

7No Egito, os nossos antepassados
não deram atenção às tuas maravilhas;
não se lembraram das muitas manifestações
do teu amor leal
e rebelaram-se junto ao mar, o mar Vermelho.

8Contudo, ele os salvou por causa do seu nome,
para manifestar o seu poder.

9Repreendeu o mar Vermelho, e este secou;
ele os conduziu pelas profundezas
como por um deserto.

10Salvou-os das mãos daqueles que os odiavam;
das mãos dos inimigos os resgatou.

11As águas cobriram os seus adversários;
nenhum deles sobreviveu.

12Então creram nas suas promessas
e a ele cantaram louvores.

13Mas logo se esqueceram do que ele tinha feito
e não esperaram para saber o seu plano.

14Dominados pela gula no deserto,
puseram Deus à prova nas regiões áridas.

15Deu-lhes o que pediram,
mas mandou sobre eles uma doença terrível.

16No acampamento
tiveram inveja de Moisés e de Arão,
daquele que fora consagrado ao Senhor.

17A terra abriu-se, engoliu Datã
e sepultou o grupo de Abirão;

18fogo surgiu entre os seus seguidores;
as chamas consumiram os ímpios.

19Em Horebe fizeram um bezerro,
adoraram um ídolo de metal.

20Trocaram a Glória deles
pela imagem de um boi que come capim.

21Esqueceram-se de Deus, seu Salvador,
que fizera coisas grandiosas no Egito,

22maravilhas na terra de Cam
e feitos temíveis junto ao mar Vermelho.

23Por isso, ele ameaçou destruí-los;
mas Moisés, seu escolhido,
intercedeu diante dele,
para evitar que a sua ira os destruísse.

24Também rejeitaram a terra desejável;
não creram na promessa dele.

25Queixaram-se em suas tendas
e não obedeceram ao Senhor.

26Assim, de mão levantada,
ele jurou que os abateria no deserto

27e dispersaria os seus descendentes
entre as nações e os espalharia por outras terras.

28Sujeitaram-se ao jugo de Baal-Peor
e comeram sacrifícios oferecidos
a ídolos mortos;

29provocaram a ira do Senhor
com os seus atos,
e uma praga irrompeu no meio deles.

30Mas Fineias se interpôs para executar o juízo,
e a praga foi interrompida.

31Isso lhe foi creditado como um ato de justiça
que para sempre será lembrado,
por todas as gerações.

32Provocaram a ira de Deus
junto às águas de Meribá;
e, por causa deles, Moisés foi castigado;

33rebelaram-se contra o Espírito de Deus,
e Moisés falou sem refletir.

34Eles não destruíram os povos,
como o Senhor tinha ordenado,

35em vez disso, misturaram-se com as nações
e imitaram as suas práticas.

36Prestaram culto aos seus ídolos,
que se tornaram uma armadilha para eles.

37Sacrificaram seus filhos e suas filhas
aos demônios.

38Derramaram sangue inocente,
o sangue de seus filhos e filhas
sacrificados aos ídolos de Canaã;
e a terra foi profanada pelo sangue deles.

39Tornaram-se impuros pelos seus atos;
prostituíram-se por suas ações.

40Por isso acendeu-se a ira do Senhor
contra o seu povo
e ele sentiu aversão por sua herança.

41Entregou-os nas mãos das nações,
e os seus adversários dominaram sobre eles.

42Os seus inimigos os oprimiram
e os subjugaram com o seu poder.

43Ele os libertou muitas vezes,
embora eles persistissem
em seus planos de rebelião
e afundassem em sua maldade.

44Mas Deus atentou para o sofrimento deles
quando ouviu o seu clamor.

45Lembrou-se da sua aliança com eles,
e arrependeu-se,
por causa do seu imenso amor leal.

46Fez com que os seus captores
tivessem misericórdia deles.

47Salva-nos, Senhor, nosso Deus!
Ajunta-nos dentre as nações,
para que demos graças ao teu santo nome
e façamos do teu louvor a nossa glória.

48Bendito seja o Senhor, o Deus de Israel,
por toda a eternidade.
Que todo o povo diga: "Amém!"
Aleluia!
QUINTO LIVRO

1   2   3  4  5  6 

7   8    9  10  11  

12   13   14   15  

16   17   18   19  

20   21   22   23  

24   25   26   27  

28   29   30   31 

32   33   34   35  

36   37   38   39  

40   41   42   43  

44   45   46   47  

48   49   50   51  

52   53   54   55  

56   57   58   59 

60   61   62   63  

64   65   66   67  

68   69   70   71  

72   73   74   75  

76   77   78   79  

80   81   82   83  

84   85   86   87 

88   89   90   91  

92   93   94   95  

96   97   98   99  

100   101   102  

103   104   105  

106    107   108  

109   110    111 

112   113    114  

115    116   117  

118    119   120  

121    122  123  

124    125  126  

127    128  129  

130    131  132  

133    134  135  

136    137  138  

139    140  141  

142    143  144  

145    146  147  

148    149  150