1 Crônicas 14

 

O palácio e a família de David

1Hirão, rei de Tiro, enviou a Davi uma delegação, que lhe trouxe toras de cedro, e também pedreiros e carpinteiros para lhe construírem um palácio.

2Então Davi teve certeza de que o Senhor o confirmara como rei de Israel e de que estava fazendo prosperar o seu reino por amor de Israel, seu povo.

3Em Jerusalém Davi tomou para si mais mulheres e gerou mais filhos e filhas.

4Estes são os nomes dos que lhe nasceram ali: Samua, Sobabe, Natã, Salomão,

5Ibar, Elisua, Elpalete,

6Nogá, Nefegue, Jafia,

7Elisama, Beeliada e Elifelete.

David derrota os filisteus

8Quando os filisteus ficaram sabendo que Davi tinha sido ungido rei de todo o Israel, foram com todo o exército prendê-lo, mas Davi soube disso e saiu para enfrentá-los.

9Tendo os filisteus invadido o vale de Refaim,

10Davi perguntou a Deus: "Devo atacar os filisteus? Tu os entregarás nas minhas mãos?"
O Senhor lhe respondeu: "Vá, eu os entregarei nas suas mãos".

11Então Davi e seus soldados foram a Baal-Perazim, e Davi os derrotou e disse: "Assim como as águas de uma enchente causam destruição, pelas minhas mãos Deus destruiu os meus inimigos". E aquele lugar passou a ser chamado Baal-Perazim.

12Como os filisteus haviam abandonado os seus ídolos ali, Davi ordenou que fossem queimados.

13Os filisteus voltaram a atacar o vale;

14de novo Davi consultou Deus, que lhe respondeu: "Não ataque pela frente, mas dê a volta por trás deles e ataque-os em frente das amoreiras.

15Assim que você ouvir um som de passos por cima das amoreiras, saia para o combate, pois este é o sinal de que Deus saiu à sua frente para ferir o exército filisteu".

16E Davi fez como Deus lhe tinha ordenado, e eles derrotaram o exército filisteu por todo o caminho, desde Gibeom até Gezer.

17Assim a fama de Davi espalhou-se por todas as terras, e o Senhor fez com que todas as nações o temessem.


1 Crônicas

1  2  3  4  

6  7  8  9  10 

11  12  13  14 

15  16  17  18 

19  20  21  22 

23  24  25  26 

27  28  29

Reactions

Postar um comentário

0 Comentários